Header Ads

Finalmente resolvi dar uma chance para o KDE

 
Depois de anos a fio de fidelidade inabalável ao GNOME...eu pulei a cerca !. 
 
Pronto ! confessei.

Tudo começou quando resolvi atualizar o meu Archlinux para o GNOME3.
Confesso que achei ele clean, rápido e interessante, mas....honestamente, achei ele um pouco limitado no sentido de personalizações e configurações. Só depois de dois dias fui descobrir como desligar o computador sem fazer logoff.
Outra coisa, ao analisar o Gnome3 com olhos um pouco mais criticos percebi que ele na verdade é menos acabado que o GNOME2, então tive um estalo: "Por que não testar o KDE ?"

O KDE carrega um estigma de ser lento, pesado, consumidor de recursos e muito cheio de funcionalidades que no final mal acabamos utilizando. Isto em partes é verdade mas em partes.
O sistema que eu tenho instalado é rápido, funcional, bonito e eficiente.

Após a instalação do KDE fiz uma limpeza e exclui tudo o que podia do GNOME e mais algumas sujeiras que eu tinha acumulada no repositório e honestamente estou encantado com ele.

O carinha funciona bem ! me atende em tudo o que eu preciso para desenvolver, trabalhar e me divertir, além claro de ser muito bonito, muito bem acabado e convenhamos um ambiente bonito faz muita diferença !.

Vou dar uma chance para ele e ver como ele se comporta no dia-a-dia em operações mais hard.

Parabéns ao time de desenvolvedores do KDE !